SACImprensaMapa do Portal A+ R A-
Página Inicial » Observatório » Notícias e Análises » Vietnã e Indonésia produzem 25% do café no mundo

Vietnã e Indonésia produzem 25% do café no mundo

E-mail Imprimir

relatorio_oic_setembroEm 2015 Vietnã e Indonésia produziram 39 milhões de sacas de café de um total de 148 milhões da produção global

A Organização Internacional do Café – OIC, no seu Relatório sobre o mercado de café de setembro de 2016, atualizou as estimativas de produção e consumo do ano cafeeiro 2015/16 que, para a Organização, compreende o período de outubro de 2015 a setembro de 2016. O Relatório mostra que a produção mundial de café nesse período foi de 147,994 milhões de sacas de 60kg e, desse total, vale destacar dois países asiáticos - Vietnã e Indonésia – cuja produção atingiu 39 milhões de sacas, ou seja, em torno de 25% da produção mundial em 2015.

Relatório sobre o mercado de café - setembro 2016 demonstra que no ano cafeeiro 2015/16 a produção do Vietnã, segundo país maior produtor do mundo, foi de 27,5 milhões de sacas, 3,8% acima do ano anterior. No entanto, a seca ocorrida no início deste ano nesse país provavelmente reduzirá sua produção em 2016/17. Com relação à Indonésia – quarto país produtor –, o Relatório aponta que 2015/16 foi um bom ano para a sua produção, estimada em 11,5 milhões de sacas, embora as perspectivas para 2016/17 sejam menos ‘positivas' devido ao mau tempo ocorrido nas lavouras de café no começo deste ano. O ranking dos quatro maiores países produtores de café, no período 2015/16, de acordo com a OIC, foram:  Brasil, em primeiro, com 48,4 milhões de sacas; Vietnã, segundo, com 27,5 milhões; seguidos da Colômbia (14,0) e Indonésia (11,5).

Com relação especificamente à produção de café na Ásia, atualmente, vale destacar que os três países que mais produzem café nesse continente são Vietnã (27,5 milhões de sacas), Indonésia (11,5 milhões) e Índia (5,9 milhões), responsáveis por aproximadamente 32% da safra global de café. Segundo ainda dados da OIC, no início da década de 1990, esses países produziam apenas 12% do café no mundo. Assim, a participação desses três países asiáticos na produção mundial aumentou 20% nos últimos 25 anos e a soma de suas produções anuais, que girava em torno de 12 milhões de sacas de café, hoje alcança 45 milhões de sacas. Esse volume de produção se aproxima da safra do Brasil – maior produtor de café do mundo.

A OIC também destacou no Relatório que o consumo mundial no ano cafeeiro 2015/16 foi de 151,303 milhões de sacas de café, volume 3,3 milhões de sacas acima da produção mundial (147,994 milhões de sacas). E, de forma similar, o consumo também excedeu a produção em 2,7 milhões de sacas no ano cafeeiro 2014/15. Esses déficits, conforme o Relatório da Organização, foram supridos por estoques acumulados nos anos cafeeiros de 2012/13 e 2013/14.

Além dessas análises da cafeicultura em nível mundial, o Relatório destaca por meio de gráficos e planilhas a evolução dos preços indicativo composto e indicativos diários dos grupos da OIC (Colombian Milds, Other Milds, Brazilian Naturals e Robustas), equilíbrio oferta/demanda mundial, exportações, estoques certificados e outras informações relevantes para o setor cafeeiro constantes do Relatório sobre o mercado de café - setembro 2016, que está disponível na íntegra no Observatório do Café do Consórcio Pesquisa Café, coordenado pela Embrapa Café.

Para ler na íntegra o Relatório sobre o mercado de café - setembro 2016 da OIC, acesse:

http://consorciopesquisacafe.com.br/arquivos/consorcio/publicacoes_tecnicas/Relatorio_OIC_setembro2016.pdf

Confira todas as análises e notícias divulgadas pelo Observatório do Café no link abaixo

http://www.consorciopesquisacafe.com.br/index.php/imprensa/noticias

Acesse Publicações sobre café e portfólio de tecnologias do Consórcio Pesquisa Café

http://www.consorciopesquisacafe.com.br/index.php/publicacoes/637

 

Gerência de Transferência de Tecnologia da Embrapa Café

Texto: Jamilsen Santos - MTb 11015/DF e Lucas Tadeu Ferreira - MTb 3032/DF.