SACImprensaMapa do Portal A+ R A-
Página Inicial » Observatório » Notícias e Análises » Tecnologias para uso racional da água na cafeicultura são tema do Dia de Campo na TV da Embrapa

Tecnologias para uso racional da água na cafeicultura são tema do Dia de Campo na TV da Embrapa

E-mail Imprimir

O programa - que vai ao ar nesta sexta-feira, dia 16 de outubro - vai apresentar o estresse hídrico controlado, o Sistema de Limpeza de Águas Residuárias – SLAR e o polímero hidrorretentor

O tema do programa de TV da Embrapa, o Dia de Campo na TV, desta semana vai apresentar tecnologias para o uso racional da água na cafeicultura, desenvolvidas por instituições integrantes do Consórcio Pesquisa Café, coordenado pela Embrapa Café. Instituições participantes do Consórcio em várias regiões têm investido em pesquisa para encontrar soluções para que esse recurso natural cada vez mais escasso e imprescindível no cultivo do café possa ser economizado e reaproveitado. As tecnologias contribuem com o aumento da produtividade e a melhoria da qualidade do café e ainda ajudam a reduzir os custos de produção, agregando valor ao produto e contribuindo para a sustentabilidade da cafeicultura brasileira.

Estresse hídrico controlado - Há mais de dez anos, pesquisadores do Consórcio Pesquisa Café iniciaram estudos sobre a melhor forma de irrigar lavouras. A pesquisa foi desenvolvida na Embrapa Cerrados, em Brasília/DF, com o objetivo de aumentar a produtividade e, principalmente, incrementar a qualidade dos frutos. Assim teve início a pesquisa do estresse hídrico controlado, que mudou a tradicional prática da irrigação, realizada durante todo o ano. A técnica consiste em suspender a irrigação no período de junho e setembro. O objetivo é sincronizar e uniformizar o desenvolvimento dos botões florais e dos frutos. Esse processo permite a obtenção de mais de 85% de frutos cerejas no momento da colheita, o que é uma vantagem para a produção de cafés especiais, de maior valor agregado no mercado. Além disso, a tecnologia reduz o consumo de água e os custos de produção e aumenta a produtividade em torno de 15%, sem que, para isso, seja necessário investimento adicional para implantação da tecnologia.

Sistema de Limpeza de Águas Residuárias (SLAR) - Outra técnica importante é o cuidado dispensado durante a fase de pós-colheita do café. O processamento dos frutos do cafeeiro por via úmida -  que consiste na lavagem, descascamento e separação da casca - é uma atividade com alto consumo de água e geração de água residuária. Para reduzir o volume de água usada no processamento do café, foi desenvolvido o Sistema de Limpeza de Águas Residuárias – SLAR, que permite a economia de água em até 76%. O sistema, já disponível para cafeicultores de todos os portes, faz remoção de resíduos, permitindo a recirculação da água do processamento dos frutos de café. A cada nova recirculação da água, eleva-se a concentração de nutrientes. O material é usado depois na fertirrigação e na adubação orgânica das lavouras de café e de outras culturas.

Polímero hidrorretentor - Espécie de gel adaptado pela Universidade Federal de Lavras para uso na cafeicultura, é uma tecnologia que permite o plantio antecipado do café, antes do período das chuvas. A planta ganha uma reserva de água para uso durante a estiagem, o que permite melhor pegamento das mudas e redução do replantio. A aplicação do polímero hidrorretentor é fácil e vem sendo usado em plantios de café -  desde a formação da muda até a implantação da lavoura, em áreas de sequeiro. A tecnologia também permite que a cultura se desenvolva de forma mais uniforme.

Participaram dessas pesquisas a Embrapa Café, o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural – Incaper e o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo - IFES. Além deles, contribuíram com as tecnologias a Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais – Epamig, a Universidade Federal de Viçosa – UFV e a Universidade Federal de Lavras - Ufla. Todas as instituições fazem parte do Consórcio Pesquisa Café, coordenado pela Embrapa Café.

Dia de Campo na TV Tecnologias para uso racional da água na cafeicultura foi produzido pela Embrapa Informação Tecnológica em parceria com Embrapa Café (Brasília/DF), Unidades da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - Mapa.

Assista ao programa:

Canal Rural (Net/Sky) – sexta-feira, às 9h

NBR (TV do Governo Federal) – domingo, a partir das 8h

TV Câmara – domingo, às 9h

Saiba mais sobre o Dia de Campo na TV: https://www.embrapa.br/dia-de-campo-na-tv

Acesso aos programas: https://www.embrapa.br/dia-de-campo-na-tv/buscar-videos

Confira a relação de TVs parceiras que transmitem o programa Dia de Campo na TV: https://www.embrapa.br/dia-de-campo-na-tv/onde-assistir

O programa em DVD é vendido pela Livraria Embrapa no site www.embrapa.br/livraria e também por telefone (61) 3448-4236 ou 3340-9999.

 

Gerência de Transferência de Tecnologia da Embrapa Café

Texto: Flávia Bessa - MTb 4469/DF

Contatos: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. / 61 3448-1927