SACImprensaMapa do Portal A+ R A-
Página Inicial » Observatório » Notícias e Análises » Curitiba será a capital do café com a realização do IX Simpósio de Pesquisa dos Cafés do Brasil, de 24 a 26 de junho

Curitiba será a capital do café com a realização do IX Simpósio de Pesquisa dos Cafés do Brasil, de 24 a 26 de junho

E-mail Imprimir

UFLA e InovaCafé marcam presença no evento. Entre os temas a serem apresentados e debatidos estão mecanização estão mecanização da cafeicultura de montanha e mercado e tendências internacionais do café

Na próxima semana, de 24 e 26 de junho, Curitiba será a capital do café, com a realização do IX Simpósio de Pesquisa dos Cafés do Brasil no Centro de Convenções da cidade. Com o tema "Consórcio Pesquisa Café – Oportunidades e Novos Desafios", serão apresentados resultados das pesquisas realizadas no País e, sobretudo, pelas dez instituições fundadoras do Consórcio - entre elas, a Universidade Federal de Lavras (UFLA) – e parceiras, como a Agência de Inovação do Café (InovaCafé).

O evento -  uma realização do Consórcio Pesquisa Café, coordenado pela Embrapa Café - é uma oportunidade para promover ampla discussão da comunidade científica com os diversos setores da cadeia produtiva do café, visando ao desenvolvimento de tecnologias para o aumento da competitividade, melhoria da qualidade do produto e sustentabilidade do setor. Esta IX edição conta com o Instituto Agronômico do Paraná – IAPAR como anfitrião e apoio do Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural - Emater-PR.

UFLA no IX Simpósio - Como tradicionalmente acontece, o evento conta com a participação de estudantes e professores da UFLA, além dos professores Antônio Nazareno Guimarães Mendes e Rubens José Guimarães como membros da comissão organizadora. Para Rubens, que também é o coordenador institucional do Consórcio na Universidade, "o Simpósio será mais uma excelente oportunidade para troca de conhecimentos e experiência nos diversos temas que certamente culminarão em inovações para os cafeicultores e toda a sociedade".

Mecanização - Durante o evento, no painel 1 "Cafeicultura de Montanha", o professor Fábio Moreira da Silva, do Departamento de Engenharia – DEG, da UFLA, fará uma explanação sobre as pesquisas e tecnologias que envolvem o tema mecanização. O professor vai apresentar análise técnica e econômica da mecanização da lavoura cafeeira, incluindo o estágio tecnológico atual e as tendências do mercado, já que a tecnologia está acessível inclusive para a cafeicultura de montanha.

Moreira destaca que cerca de 80% das lavouras cafeeiras do Sul de Minas apresentam declividade abaixo de 20%, sendo plenamente possíveis de serem mecanizadas; assim, não se trata de mais uma tendência, mas uma realidade. "O debate agora não se restringe à avaliação de sua viabilidade, mas na busca por tecnologias para mecanização dos 21% das áreas restantes, com declividade de até 50%, dentro de sistema semi-mecanizados e mecanizados, uma vez que normalmente essas áreas mais inclinadas apresentam maior altitude e produzem café de elevada qualidade", enfatiza, lembrando que a escassez de mão de obra na cafeicultura regional e nacional se tornou um fator limitante ao processo produtivo.

Mercado e tendências internacionais - O professor Luiz Gonzaga de Castro Junior, coordenador da InovaCafé, sediada na UFLA, apresenta a palestra "Mercado e Tendências Internacionais", na quinta-feira (25/6), no painel 3 "Tendências do Consumo de Café". "A proposta é mostrar as tendências de consumo dos principais países importadores e os principais métodos de preparo que estão sendo absorvidos", destaca o professor, que também coordena o Bureau de Inteligência do Café e o Centro de Inteligência de Mercados (CIM), iniciativas que integram a InovaCafé.

Também serão apresentados onze trabalhos dos estudantes que participam do Núcleo de Estudos em Cafeicultura (Necaf), divididos entre comunicação oral e pôsteres. Na avaliação do coordenador-geral do Núcleo, Leonardo Luiz Oliveira, "é de suma importância essa participação, pois são todos trabalhos inovadores e de diversas linhas de pesquisa, apontando grande produtividade dos membros do Necaf".

Mais destaques - Oito painéis compõem a estrutura da programação do evento com os seguintes temas e subtemas: Cafeicultura de montanha (Práticas de manejo); Transferência de tecnologias na cafeicultura (Experiências de Minas Gerais, do Paraná e do Espírito Santo); Tendências do consumo de café (Mercado e tendências – enfoque nacional); Café conilon (Mecanização e Genética e melhoramento); Gestão sustentável da água na cafeicultura (Uso racional da água e Práticas conservacionistas para produção e reservação de água); Café e clima (Clima: diagnóstico e prognósticos para próxima década e Alterações Climáticas e a cafeicultura); Novas oportunidades de negócios (Projeto de Integração de Cafés Especiais e Agregação de qualidade ao café); e Indicações Geográficas: agregando valor ao produto (Experiência da Serra da Mantiqueira e do Norte Pioneiro do Paraná).

O IX Simpósio de Pesquisa dos Cafés do Brasil terá, ainda, cinco sessões técnicas com os seguintes temas: Tolerância à seca e biotecnologia; Produtos de origem biotecnológica aplicados na cadeia produtiva do café; Os novos desafios da cafeicultura familiar brasileira; Nutrição equilibrada do cafeeiro e Opióides do café: identificação, caracterização e potenciais aplicações.

Tradição - O Simpósio de Pesquisa dos Cafés é realizado a cada dois anos e esta edição será realizada no Centro de Convenções de Curitiba, no estado do Paraná. São esperados cerca de 1000 participantes, entre os diversos representantes dos setores que compõem o agronegócio café, como pesquisadores, técnicos da extensão rural, estudantes, lideranças da cafeicultura, produtores de café, empresários do setor, imprensa especializada e demais interessados nos avanços da ciência e da tecnologia cafeeira.

Evento e inscrições - São esperados aproximadamente 1000 participantes dos diversos representantes dos setores que compõem o agronegócio café: pesquisadores, professores, estudantes, técnicos da extensão rural, lideranças dos diversos segmentos da cafeicultura, produtores de café, empresários do setor, imprensa especializada e demais interessados nos avanços da ciência e da tecnologia cafeeira. Até o momento, foram inscritos mais de 400 participantes.

Para se inscrever gratuitamente acesse o site do evento: http://www.simposiocafe.sapc.embrapa.br . Veja também no site a lista dos hotéis indicados pela organização do evento.

Para saber sobre o IX Simpósio de Pesquisa dos Cafés do Brasil, o Consórcio Pesquisa Café, a Embrapa Café, o Instituto Agronômico do Paraná – IAPAR e o Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural - Emater-PR, acesse:

http://www.simposiocafe.sapc.embrapa.br

http://www.consorciopesquisacafe.com.br/

https://www.embrapa.br/cafe

http://www.iapar.br/

http://www.emater.pr.gov.br/

 

Gerência de Transferência de Tecnologia

Texto: Flavia Bessa - MTb 4469/DF (Embrapa Café) e Cibele Aguiar - MTb - 06097/MG, com colaboração da bolsista Marina Botelho (UFLA)

Contatos: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. / 61 3448-1927 (Embrapa Café)

Contatos: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. / 35 3829-5197 e 35 9856-1595 (UFLA)