SACImprensaMapa do Portal A+ R A-
Página Inicial » Observatório » Notícias e Análises » Brasil exporta 16,3 milhões de sacas de café e arrecada US$ 2,4 bilhões de receita no primeiro semestre de 2016. Valor Bruto da Produção de café deverá ser de R$ 23,17 bilhões em 2016

Brasil exporta 16,3 milhões de sacas de café e arrecada US$ 2,4 bilhões de receita no primeiro semestre de 2016. Valor Bruto da Produção de café deverá ser de R$ 23,17 bilhões em 2016

E-mail Imprimir

exportacao2Esses são destaques do desempenho da cafeicultura no Informe Estatístico do Café e Valor Bruto da Produção do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento referentes ao mês de junho de 2016

Informe Estatístico do Café – O Informe Estatístico do Café da Secretaria de Política Agrícola – SPA, do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento – Mapa, calculado com base nos dados da Secretaria de Comércio Exterior – SECEX, do Ministério da Indústria Comércio Exterior e Serviços – MDIC, demonstra que o Brasil exportou 16,3 milhões de sacas de 60kg de café que geraram US$ 2,4 bilhões de receita cambial no primeiro semestre de 2016. Contudo, se compararmos com o mesmo período de 2015, esses números representaram queda de 8,1% no total de sacas exportadas e de 24,4% nas receitas.

Os cinco principais países que importaram Cafés do Brasil neste primeiro semestre de 2016 foram Alemanha, com 3,04 milhões de sacas de 60kg; EUA – 3,02 milhões de sacas; Itália – 1,30 milhão de sacas; Japão – 1,29 milhão de sacas; e Rússia – 435 mil sacas. Totalizando 9,08 milhões de sacas, o que corresponde a 55,7% do total exportado. Os demais países citados no Informe importaram as 7,22 milhões de sacas restantes.

Tendo como base o Segundo Levantamento da Safra de Café da Conab de 2016, o Informe Estatístico do Café destacou ainda que a produção nacional deverá ser de 49,7 milhões de sacas, sendo 40,3 milhões de café Arábica e 9,4 milhões de café Robusta. Se confirmada essa produção, a produtividade de café Arábica será de 26,4 sacas por hectare, com aumento de 22%, e o Robusta de 22,5 sacas por hectare, com redução de 11%, se comparados esses números com a safra de 2015, que foi de 43,2 milhões de sacas.

O estudo do Mapa salienta que no mês de junho as áreas de produção de café encontravam-se em pleno processo de colheita, com apenas 35% da área colhida, representando atraso no seu desempenho, o qual foi ocasionado pelo alto índice de chuvas na maior parte da região sudeste. Além disso, a chuva, entre maio e meados de junho, provocou perdas na qualidade do produto maduro e pronto para ser colhido. A partir do final de junho a colheita se intensificou pela trégua das chuvas, o que permitirá avaliar como ficará a qualidade do produto e o rendimento após o beneficiamento do café, ressalta a análise constante do Informe Estatístico.

O documento, analisando a produção mundial de café com base na mais recente divulgação do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos, destaca que o USDA estimou a produção global de café, prevista para a safra 2016/17, em 155,7 milhões de sacas, o que corresponde a um aumento de 2,4 milhões de sacas em relação à safra anterior. Justifica tal incremento tendo como base o aumento da produção do café Arábica no Brasil, em contraponto com a previsão de queda do Robusta no Vietnã, Indonésia e no próprio Brasil.

Citando ainda os dados do USDA, o Informe Estatístico, no ‘RESUMO DE JUNHO', destaca que no Brasil a produção de café deverá atingir 56 milhões de sacas de 60kg, sendo 6,6 milhões acima da safra de 2015/16, que foi de 49,4 milhões de sacas pelos próprios dados do USDA. Desse total previsto para a safra 2016/17, o USDA estima que 43,9 milhões de sacas serão de café Arábica e 12,1 milhões de Robusta.

No Brasil, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, que também realiza a estima da safra de café, divulgou neste mês de julho que, para 2016, a produção de café está prevista para ter um total de 48,8 milhões de sacas de 60 kg, o que representará uma queda de 1,6% em relação à estimativa do Instituto feita no mês anterior. Para o IBGE, o café Arábica participará com 82% da produção e o Canéfora (conilon e robusta) com 18%.

O Informe Estatístico da SPA/Mapa, no seu Índice TABELAS E GRÁFICOS, traz uma ampla gama de dados estatísticos da cafeicultura que valem a pena serem conferidos: Estatísticas de Produtores & Importadores de Café (produção, exportação e consumo mundial); Área cultivada e Programas de Financiamento da Safra de Café; Indicadores de Desempenho da Cafeicultura Brasileira - 2007 a 2016; Série Histórica da Produção Nacional de Café - 2001 a 2016; Exportação do Agronegócio Brasileiro - Ranking dos Principais Produtos - Comparativo Acumulado 2015 e 2016; entre muitos outros.

Valor Bruto da Produção – VBP – Também calculado pela SPA/Mapa, o VBP do mês de junho estima que o faturamento bruto médio dos produtores de café em 2016 será de R$ 23,17 bilhões.  Esse estudo da SPA/Mapa demonstra ainda a evolução do desempenho do faturamento bruto médio dos produtores de café numa série histórica de 1997 a 2016. O VBP é calculado com base na produção da safra de café tendo como referência os preços médios recebidos pelos produtores com base nos dados da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada - Cepea/Esalq/Usp. Se compararmos com a safra de 2015, cujo VBP foi calculado em R$ 20,64 bilhões verificaremos que a safra de 2016, se confirmada, representará um acréscimo em torno de 12%.

Confira todas as análises e notícias divulgadas pelo Observatório do Café no link abaixo:

http://www.consorciopesquisacafe.com.br/index.php/imprensa/noticias

 

Para saber mais sobre o Informe Estatístico do Café, VBP, Mapa, Embrapa Café, Observatório do Café e Consórcio Pesquisa Café, acesse:

Informe Estatístico do Café

http://www.consorciopesquisacafe.com.br/index.php/imprensa/noticias/420-aprespdfviiispcb#a

VBP

http://www.consorciopesquisacafe.com.br/index.php/safra-e-estoques#c

Mapa

http://www.agricultura.gov.br/

Embrapa Café

https://www.embrapa.br/cafe

Observatório do Café

http://www.consorciopesquisacafe.com.br/index.php/consorcio/separador2/observatorio-do-cafe

Consórcio Pesquisa Café

http://www.consorciopesquisacafe.com.br/

 

Gerência de Transferência de Tecnologia da Embrapa Café

Texto: Lucas Tadeu Ferreira - MTb 3032/DF e Jamilsen Santos MTb 11015/DF.