SACImprensaMapa do Portal A+ R A-
Página Inicial » Observatório » Notícias e Análises » Consórcio Pesquisa Café incrementa ações de transferência de tecnologia no Espirito Santo

Consórcio Pesquisa Café incrementa ações de transferência de tecnologia no Espirito Santo

E-mail Imprimir

embrapa_cafe_incaperInstituto Capixaba de Pesquisa Assistência Técnica e Extensão Rural e Embrapa Café celebram convênio para promover capacitação de extensionistas e produtores de café.

O Instituto Capixaba de Pesquisa Assistência Técnica e Extensão Rural – Incaper e Embrapa Café celebram convênio com o objetivo de promover a capacitação e treinamento de extensionistas e produtores de café no estado do Espírito Santo. O Convênio terá vigência de três anos, a partir de julho de 2016, e financiamento do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira – Funcafé, do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento – Mapa.

O programa dos eventos de capacitação técnica e treinamento, previsto no Convênio, terá como referência as ‘Boas Práticas Agrícolas e Gestão da Propriedade' contidos na Instrução Normativa do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento - Mapa no 49, de 24 de setembro de 2013. E, em complemento, serão ministradas e transferidas outras tecnologias desenvolvidas pelo Incaper e instituições de ensino, pesquisa e extensão de interesse dos produtores do Estado. O Incaper é uma das instituições fundadoras do Consórcio Pesquisa Café coordenado pela Embrapa Café.

Para cumprir os objetivos do Convênio, será realizada a capacitação técnica de 120 extensionistas, nas culturas do café Conilon e café Arábica, e ainda o treinamento de 800 cafeicultores familiares de diferentes municípios, além da assistência técnica individual e coletiva a 3000 cafeicultores de base familiar no Estado. O Convênio também prevê investimentos e melhorias em diversas estruturas físicas do Incaper, como viveiros de produção de mudas de fazendas experimentais, implantação de campos de produção de sementes e manutenção e ampliação de unidades demonstrativas e jardins clonais, além de instalações de pós-colheita e processamento de café, entre outras.

Café no Espírito Santo – O Estado caracteriza-se por apresentar distintos ambientes que permitem o cultivo de café Conilon (Coffea canephora), nas regiões de baixas altitudes, e de café Arábica (Coffea arabica), nas regiões mais altas. O café é cultivado em todos os municípios, com exceção de Vitória, e ocupa uma área de mais 433 mil hectares. Das 60 mil propriedades agrícolas que se dedicam à cafeicultura, cerca de 73% são de base familiar. O Estado é o segundo maior produtor brasileiro de café e responde, em média, por 25% da produção nacional. Assim, é o maior produtor de café Conilon e detém cerca de 78% da produção dessa espécie. Em 2016, a estimativa da Conab é que a produção deverá atingir 9,5 milhões de sacas de 60kg, sendo 3,5 milhões de arábica e 6,0 milhões de Conilon.

Para saber mais sobre o Convênio, Incaper, Embrapa Café, Consórcio Pesquisa Café e Observatório do Café, acesse:

Convênio Incaper e Embrapa Café

Incaper 

Embrapa Café

Consórcio Pesquisa Café

Observatório do Café

 

Gerência de Transferência de Tecnologia da Embrapa Café

Texto: Lucas Tadeu Ferreira - MTb 3032/DF e Anísio José Diniz - Pesquisador