SACImprensaMapa do Portal A+ R A-
Página Inicial » Observatório » Notícias e Análises » Análises da conjuntura mundial do setor cafeeiro são divulgadas nos relatórios da Organização Internacional do Café - OIC e do Bureau de Inteligência Competitiva do Café

Análises da conjuntura mundial do setor cafeeiro são divulgadas nos relatórios da Organização Internacional do Café - OIC e do Bureau de Inteligência Competitiva do Café

E-mail Imprimir

Os documentos da OIC e do Bureau de Inteligência Competitiva do Café podem ser acessados no Observatório do Café do Consórcio Pesquisa Café, coordenado pela Embrapa Café


Relatório sobre o mercado de café
 - A Organização Internacional do Café – OIC divulgou a edição de setembro do Relatório sobre o mercado de café em nível mundial. Segundo o documento, em agosto de 2015 as exportações contabilizadas pela Organização totalizaram 9,1 milhões de sacas, 2,6% menos que em agosto de 2014. Nos 11 primeiros meses do ano cafeeiro de 2014/15 (outubro a agosto) o volume exportado também caiu, de 104,8 milhões de sacas no mesmo período do ano cafeeiro anterior para 102,0 milhões, diminuindo 2,3% no caso dos Arábicas e 3,5% no caso dos Robustas.

O Relatório da OIC também analisa dados da terceira estimativa da safra brasileira de café 2015/16 elaborado pela Companhia Nacional de Abastecimento - Conab. Segundo o documento houve redução de 2,2 milhões de sacas em relação ao volume estimado anteriormente, que agora é de 42,1 milhões, em uma área de 1,93 milhão de hectares. Assim, as quedas de produção, respectivamente, foram de 32,9 para 31,3 milhões de sacas (arábica) e de 11,3 para 10,9 milhões (robusta).

Em relação à cotação do café, segundo o Relatório, depois de uma pequena recuperação em agosto, os preços do café continuaram em declínio em setembro, pois a média mensal do indicativo composto da OIC caiu 6,7%, a maior queda mensal desde março. O valor médio mensal, de 113,14 centavos de dólar dos EUA por libra-peso, foi o mais baixo desde janeiro de 2014. Mesmo assim, houve pequena recuperação dos preços diários no fim do mês de setembro.

Quanto à produção de café, o documento da OIC chama atenção para que, no início do ano cafeeiro de 2015/16, os produtores e demais agentes do agronegócio café devem acompanhar a evolução dos dados meteorológicos com particular atenção na estiagem em curso na América Central e no impacto potencial do El Niño nas principais regiões produtoras de café.

O Relatório da OIC, que está disponível no portal da Organização e também no Observatório do Café do Consórcio Pesquisa Café, coordenado pela Embrapa Café, traz, entre outras informações importantes do setor cafeeiro, dados sobre a produção, exportação, estoques, consumo e preços indicativos diários em nível mundial.

Relatório Internacional de Tendências do Café - O Bureau de Inteligência Competitiva do Café divulga mais uma edição neste mês de outubro de 2015 do Relatório Internacional de Tendências do Café (vol.4 nº7). O documento, à semelhança da OIC, reúne, analisa e divulga dados e informações que podem subsidiar o planejamento e a tomada de decisão pelos agentes do setor produtivo do café.

O relatório, que está disponível no site do Bureau de Inteligência Competitiva do Café, apresenta, em nível mundial, destaques do agronegócio café e tendências do setor, com foco na produção, indústria e cafeterias, entre outros temas. O relatório é produzido na Universidade Federal de Lavras – Ufla, uma das dez instituições fundadoras do Consórcio Pesquisa Café, coordenado pela Embrapa Café.

Análises sobre produção, indústria e cafeterias – Segundo o Relatório do Bureau, a cafeicultura do Brasil é destaque não só na produção, mas também, e cada vez mais, no quesito sustentabilidade. O documento ressalta que a sustentabilidade é cada vez mais expressiva nas lavouras e atende às demandas dos grandes compradores internacionais. Dados de produção de cafés certificados mostram que o Brasil está bem posicionado nesse nicho de mercado. Em contrapartida, os concorrentes do Brasil, por sua vez, também buscam a sustentabilidade, elemento determinante para a competitividade da produção.

O Bureau destaca que o Brasil, além de ser o maior produtor de café em nível mundial, é também o maior fornecedor de cafés certificados do mundo, tendo inúmeros cafeicultores empenhados em adequar suas propriedades às diferentes normas e códigos de conduta vigentes ao adotar boas práticas agrícolas e de gestão. O Relatório mostra que, independentemente do selo ou programa de certificação adotado, a região do Cerrado Mineiro, em volume, é a maior fornecedora de cafés certificados no país. São muitos os programas de certificação e/ou verificação de cafés sustentáveis no Brasil, dos quais se destacam: UTZ certified, Rainforest Alliance Certified, Fair Trade, entre outros.

Como outro fato importante a destacar, o Relatório Internacional de Tendências do Café analisa também a participação no mercado de grandes empresas, torrefadoras e cafeterias em diversos países como Costa Rica, Brasil, Angola, Etiópia, China, Vietnam, Reino Unido, EUA, e outros, e aponta que as cafeterias especializadas alcançaram 19,1 bilhões de dólares de receita no ano de 2014, estabelecendo um comparativo com os anos de 2000 e 2009, quando arrecadaram, respectivamente, receita de 8,5 e 16,6 bilhões.

Relatório Internacional de Tendências Competitiva do Café – O relatório faz parte do Plano de ação do projeto do Consórcio Pesquisa Café denominado "Criação e Difusão de Inteligência Competitiva para Cafeicultura Brasileira". O projeto é financiado pelo Fundo de Defesa da Economia Cafeeira – Funcafé, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – Mapa, e tem o objetivo de monitorar, analisar e difundir informações e indicadores relevantes para a competitividade da cafeicultura brasileira, bem como propor soluções estratégicas para os problemas enfrentados pelo setor.

Observatório do Café – Divulga, além do Relatório da OIC e do Relatório do Bureau, publicações das instituições integrantes e parceiras do Consórcio Pesquisa Café contendo dados, análises e informações sobre:  Resumo das Exportações Brasileiras de Café, do CeCafé, Levantamento da Safra de Café, da Conab; Informe Estatístico do Café e Valor Bruto da Produção, do Mapa; portfólio de tecnologias desenvolvidas pelo Consórciopublicações técnicas; Revista Coffee Science; dados completos sobre Safras e EstoquesConsumos e TendênciasEstatísticas, Cotações e AnálisesClipping mensal de notícias veiculadas na mídiaImagensVídeos e ÁudiosRede Social do CaféPublicações Técnicas e Relatórios de Atividades; e Sistema Brasileiro de Informação do Café – SBICafé, entre outros.

Para saber mais sobre o Consórcio Pesquisa Café, a Embrapa Café, a Organização Internacional do Café, o Bureau de Inteligência Competitiva do Café, o Relatório sobre o mercado de café, o Relatório Internacional de Tendências Competitivas do Café e o Observatório do Café, acesse:

http://www.consorciopesquisacafe.com.br/

https://www.embrapa.br/cafe

http://www.ico.org/

http://www.icafebr.com.br/

http://www.consorciopesquisacafe.com.br/index.php/imprensa/noticias/423-dados-mundiais

http://www.consorciopesquisacafe.com.br/index.php/consorcio/separador2/observatorio-do-cafe 

 

 

Gerência de Transferência de Tecnologia da Embrapa Café

Texto: Flávia Bessa – MTb 4469/DF e Lucas Tadeu Ferreira – MTb 3032/DF

Contatos Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.  / 61 3448-4010