SACImprensaMapa do Portal A+ R A-
Página Inicial » Observatório » Notícias e Análises » Conjuntura Mundial da Cafeicultura

Conjuntura Mundial da Cafeicultura

E-mail Imprimir

1 - Organização Internacional do Café - OIC

2 - Bureau de Inteligência Competitiva do Café - Universidade Federal de Lavras (UFLA)

 

1 - Organização Internacional do Café – OIC

Para obter estatísticas sobre o setor cafeeiro mundial acesse a página da Organização Internacional do Café – OIC.

A OIC é o principal organismo intergovernamental a serviço do café, congregando Governos, exportadores e importadores para, mediante cooperação internacional, enfrentar os desafios com que o café se depara no mundo todo. Seus Governos-Membros representam 97% da produção mundial de café e mais de 80% do consumo mundial.

A OIC foi estabelecida em Londres em 1963, sob os auspícios das Nações Unidas, devido à grande importância econômica do café. Ela administra o Acordo Internacional do Café (AIC), um importante instrumento para a cooperação em questões de desenvolvimento. O Acordo mais recente, o AIC de 2007, entrou em vigor em 2 de fevereiro de 2011.

A missão da OIC é fortalecer o setor cafeeiro global e promover sua expansão sustentável num ambiente de mercado, dando melhores condições a todos os participantes do setor.

A OIC divulga, mensalmente, o Relatório sobre o mercado mundial de café contendo análise de produção, consumo, exportação, importação, preço e estoques, entre outras informações e dados relevantes para a formulação e gestão de políticas e tomada de decisão pelos agentes do agronegócio café em nível mundial.

Selecione abaixo o Relatório sobre o mercado de Café do mês desejado e acesse a respectiva notícia (análise) clicando aqui.

Relatório sobre o mercado de Café Julho - 2016

Relatório sobre o mercado de Café Junho - 2016

 Relatório sobre o mercado de Café Maio - 2016

Relatório sobre o mercado de Café Abril - 2016

Relatório sobre o mercado de Café Março - 2016

Relatório sobre o mercado de Café Fevereiro - 2016

Relatório sobre o mercado de Café Janeiro - 2016

Relatório sobre o mercado de Café Dezembro - 2015

Relatório sobre o mercado de Café Novembro - 2015

Relatório sobre o mercado de Café Outubro - 2015

Relatório sobre o mercado de Café Setembro - 2015

Relatório sobre o mercado de Café Agosto - 2015

Relatório sobre o mercado de Café Julho - 2015

Relatório sobre o mercado de Café Junho - 2015

Relatório sobre o mercado de Café Maio - 2015

Relatório sobre o mercado de Café Abril - 2015

Relatório sobre o mercado de Café Março - 2015

Relatório sobre o mercado de Café Fevereiro - 2015

Relatório sobre o mercado de Café Janeiro - 2015

Relatório sobre o mercado de Café Dezembro - 2014

Relatório sobre o mercado de Café Novembro - 2014

Relatório sobre o mercado de Café Outubro - 2014

Relatório sobre o mercado de Café Setembro - 2014

Relatório sobre o mercado de Café Agosto - 2014

Relatório sobre o mercado de Café Julho - 2014

 

2 - Bureau de Inteligência Competitiva do Café

    O Bureau de Inteligência Competitiva do Café é um programa desenvolvido no Centro de Inteligência em Mercados (CIM) da Universidade Federal de Lavras (UFLA) que objetiva criar inteligência competitiva e impulsionar a transformação do Brasil na mais dinâmica e sofisticada nação do agronegócio café no mundo.

    Relatório Internacional de Tendências do Café – Faz parte do Plano de ação do projeto do Consórcio Pesquisa Café denominado "Criação e Difusão de Inteligência Competitiva para Cafeicultura Brasileira". O projeto é financiado pelo Fundo de Defesa da Economia Cafeeira – Funcafé, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – Mapa, e tem o objetivo de monitorar, analisar e difundir informações e indicadores relevantes para a competitividade da cafeicultura brasileira, bem como propor soluções estratégicas para os problemas enfrentados pelo setor.

    Acesse abaixo os Relatórios Internacionais de Tendências do Café, contendo análises, prospecção de mercado e construção de cenários da cafeicultura, a partir de agosto de 2013, os quais são elaborados e divulgados pelo Bureau e também pelo Observatório do Café por meio de notícias (análises).