SACImprensaMapa do Portal A+ R A-
Página Inicial » Observatório » Notícias e Análises » Vendas de café solúvel no mundo devem atingir US$ 42,5 bilhões em 2025

Vendas de café solúvel no mundo devem atingir US$ 42,5 bilhões em 2025

E-mail Imprimir

bereau_6_3

Mercado global de café solúvel faturou US$ 28,12 bilhões em 2016 e apresenta taxas de crescimento por volta de 4,8% ao ano

O Relatório Internacional de Tendências do Café de abril deste ano, com base no estudo de uma empresa de pesquisa americana, apontou que as vendas no mercado global de café solúvel foram de US$ 28,12 bilhões em 2016 e que esse mercado mostra uma tendência crescente de aproximadamente 4,8% ao ano e deve atingir US$ 42,5 bilhões em 2025.

A região da Ásia-Pacífico foi a maior consumidora de café solúvel no mundo, com participação de cerca de 36% desse mercado, segundo o Relatório do Bureau de Inteligência Competitiva do Café, da Universidade Federal de Lavras - UFLA. A liderança dessa região deve se manter nos próximos anos impulsionada principalmente pelo crescente consumo na China e Índia. O aumento expressivo da demanda também é estimado na Polônia, Rússia e Bulgária. De acordo com o Bureau, mudanças de hábitos e estilo de vida dos consumidores, que buscam praticidade e conveniência no preparo da bebida, com baixo custo, são os principais fatores responsáveis pelo aumento da demanda de café solúvel, o qual paulatinamente tem substituído o chá na preferência de consumidores nessas regiões.

Em consonância com essa tendência, o Relatório Internacional de Tendências do Café VOL. 6 / Nº. 03 / 28 ABRIL 2017 mostrou que as exportações de café solúvel do Vietnã aumentaram de 110 mil sacas em 2008/2009 para 2 milhões de sacas em 2015/2016. O Bureau também ressaltou que o governo vietnamita tem negociado acordos de livre comércio e redução de tarifas para atrair instalação de novas fábricas no país e promover o crescimento das exportações de café industrializado.

Na América do Sul, segundo o Relatório, o diretor executivo da Federação dos Cafeicultores da Colômbia, Roberto Vélez, quer que sejam realizados experimentos com Coffea canephora (conilon/robusta) para incentivar a produção dessa espécie de café no país com vistas ao abastecimento da indústria local de solúvel.

Com relação ao Brasil, o Bureau da UFLA destacou melhoria da percepção da qualidade dos Cafés do Brasil na mídia internacional, detectada em portais estrangeiros especializados em cafés especiais que publicaram artigos relacionados ao processo de fermentação de café arábica na pós-colheita, coquetéis brasileiros à base de café, busca de diferentes formas de consumo, projetos sociais que visam capacitar jovens baristas, entre outros temas.

Outra informação relevante dessa edição do Relatório é o aumento do consumo de café nos Estados Unidos neste ano de 2017, revelado por pesquisa da National Coffee Association – NCA. Com relação aos tipos de café, o aumento foi mais acentuado no café arábica gourmet. Os resultados dessa pesquisa indicam que o consumo de café aumentou em todas as faixas etárias de consumidores nos EUA, especialmente pelos jovens de 13 a 18 anos; e que a quantidade de residências que possui máquinas de café em dose única aumentou para 33% da amostra neste ano, 4% superior ao ano passado. Além disso, cerca de 24% dos participantes do estudo disseram que beberam uma bebida à base de café espresso no dia anterior. Acesse o Relatório na íntegra no Observatório do Café, coordenado pela Embrapa Café.

Relatório Internacional de Tendências do Café – relatório do Bureau de Inteligência Competitiva do Café, da UFLA, faz parte do projeto do Consórcio Pesquisa Café denominado "Criação e Difusão de Inteligência Competitiva para Cafeicultura Brasileira". O projeto é financiado pelo Fundo de Defesa da Economia Cafeeira – Funcafé, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – Mapa, e tem o objetivo de monitorar, analisar e difundir informações e indicadores relevantes para a competitividade da cafeicultura brasileira, bem como propor soluções estratégicas para os problemas enfrentados pelo setor.

Para ler na íntegra o Relatório Internacional de Tendências do Café, da UFLA, do mês de abril de 2017 acesse o link:

http://www.consorciopesquisacafe.com.br/arquivos/consorcio/publicacoes_tecnicas/Relatorio_v6_n_03.pdf

Confira todas as análises e notícias divulgadas pelo Observatório do Café no link abaixo:

http://www.consorciopesquisacafe.com.br/index.php/imprensa/noticias

Leia sobre a ‘Evolução da cafeicultura brasileira nos últimos 20 anos’, a partir da criação do Consórcio e da Embrapa Café:

http://www.sapc.embrapa.br/arquivos/consorcio/publicacoes_tecnicas/Consorcio-Embrapa-Cafe-Evolucao-16-3-2017.pdf

 

Gerência de Transferência de Tecnologia da Embrapa Café

Texto: Jamilsen Santos - MTb 11015/DF e Eduardo Aiache